OVERWATCH3 Tanques e 3 Suportes – Overwatch Meta Report #01

Oriques "Cooruja" Batistim 4 de outubro de 2016

Salve salve galera, aqui quem fala é o Cooruja! Hoje vamos falar sobre o Metagame de Overwatch, esse Meta Report acontecerá sempre que uma grande mudança ocorrer no competitivo do jogo. Assim, poderei auxiliar vocês a entenderem melhor as composições que estão funcionando melhor. Gosto de lembrar que não é porque um meta está estabelecido que ele deverá ser considerado verdade absoluta. Vez o outra podemos ter alguma situação em que determinado jogador se sobressairá com outro herói fora da comp.

O METAGAME winston_spray_-_mine

Overwatch vem sendo comparado com outros gigantes dos eSports, no entanto é um jogo relativamente novo e possui uma estrutura de meta muito dinâmica e em constante evolução, além de surpreender bastante.

Para quem acompanha o competitivo desde o começo, assistimos de perto a queda da composição com heróis duplicados nas equipes e ascensão do limite de heróis no competitivo (medida altamente elogiada e pedida pelos times). Vimos e continuamos a ver um padrão mais estável no momento o 2-2-2 (dois DPS, dois Suportes e dois Tanques). Em seguida, uma nova estratégia deslanchou, iniciada por uma equipe relativamente nova Ninjas in Pyjamas (NiP). Essa estratégia envolve uma estratégia não ortodoxa,  onde os heróis ofensivos (DPS) são retirados da composição e os dois espaços preenchidos por um tanque e um suporte, ficando assim 3-3 (3 suportes e 3 tanques).

Alguns jogadores (inclusive eu) ficaram muito resistentes a essa estratégia, mas ela só não funcionou nas ligas amadoras, como se expandiu para dentro do cenário profissional. Hoje conseguimos ver como ela funciona bem e força os times a se adaptarem constantemente dentro das partidas.

Veja aqui um video da equipe NiP desenvolvendo a estratégia.

Quais são os Tanques e Quais são suas Funções

_reinhardt___overwatch__by_lorddragonmaster-da3akehReinhardt é basicamente o principal tanque atualmente, não há surpresas nisso. Todos sabemos que ninguém faz nada perto do que ele consegue fazer, talvez de longe a D.Va, mas não. O escudo gigante fará o trabalho de proteção dos suportes na linha de frente proteção, que são os mais fracos da composição e sempre são caçados, enquanto sua Suprema pode desabilitar vários adversários de uma vez. Além de conseguir compensar a falta de dano direto e ser bem consistente nas batalhas.

Zarya já se provou indispensável. Com sua energia no máximo ela pode destroçar qualquer adversário com bastante facilidade. Sua habilidade suprema (Surto de Grávitons) pode mudar o rumo da partida a qualquer momento, promovendo a morte do time todo. Não podemos esquecer que suas barreiras se bem projetadas podem salvar aquele suporte que foi caçado.

Roadhog

Roadhog poucos personagens podem encara-lo no mano a mano, famoso 1×1. No calor da batalha, Roadhog será responsável por caçar os adversários mais difíceis e mais distantes, como Zenyatta, Lúcio ou qualquer DPS mais problemático(Tracer/Genji) e executá-los sem maiores problemas. Tudo isso enquanto flui independente da composição, fazendo uso da enorme vida e da habilidade de auto-cura.

Quais são os Suportes e Quais são suas Funções

Ana é o ponto chave para a estratégia base dessa composição, uma vez que a principal fonte de dano em uma batalha entre as equipes será o seu temido Estimular. Ela possui sinergia com todos os tanques, embora a melhor opção para o Estimular seja de fato o Reinhardt. Em conjunto com o Surto de Graviton, a Suprema da Ana quase sempre resulta em um Abate de Equipe. Além disso, a Surprema carrega de forma muito rápida, apenas tomando conta dos tanques. Inclua aí também a granada biótica, que junto com Lúcio, potencializa absurdamente a cura para o time e anula a cura do adversário, e por fim seu Dardo que desabilita algumas supremas.

zenyatta-spacemouleZenyatta recém melhorado virou figura obrigatória nas composições mais ofensivas e até mesmo defensivas. Nessa estratégia, acaba funcionando muito bem, uma vez que sua Orbe da Discórdia ajuda a compensar a falta de dano. Além disso, sua Orbe da Harmônia ainda, em conjunto com as outras habilidades de curas dos outros heróis, pode tornar um tanque praticamente invencível. Sua Orbe da Destruição trabalhará muito nessa composição, ajudando a aumentar o potencial ofensivo do time. Por fim, sua Habilidade Suprema – Transcendência – é o counter perfeito para habilidades supremas como o Surto de Grávitons, assim ele se torna uma ótima opção de proteção.

Lúcio também não é nenhuma surpresa. Além de auxiliar na cura e causar algum dano, o seu incremento de velocidade ajuda na falta generalizada de mobilidade do time.

A visão geral da composição é de uma estrutura altamente sustentável e difícil de matar, considerando toda a capacidade de cura (e sinergias) dos suportes mais poderosos. O time não possuirá heróis para flanquear o adversário  e quebrar sua linha de frente, ao invés disso, atuará de como uma unidade coesa, auto-sustentável que tanto pode curar como pode punir o adversário. Além de sobreviver às mais agressivas investidas, vai abrir caminho com a utilização sinérgica de suas habilidades supremas.

Como Counterar

Zarya_Spray_-_LiftLidar com o 3-3 é uma tarefa chata, por muitas vezes até difícil. Porém, os jogadores profissionais tem que se adaptar o tempo todo e obviamente tentam diluir um pouco essa estratégia com outra ainda mais poderosa. Atualmente a nova composição conhecida como 3T-2S-1O (falaremos dela em breve no próximo metareport) se mostrou superior e muito funcional. Mas, antes dela e até após ela,  existem alguns heróis que trabalham muito bem para resolver o problema do 3-3, vamos conhece-los:

  • Ana é ponto chave da composição do 3-3, mas também faz é peça fundamental para destruí-la. A Granada Biótica impedirá que os tanques do adversário recebam cura por um tempo, dando ao seu time a oportunidade para um avanço mais eficiente ou uma pickoff (abate que precede o avanço). Uma vez que o resultado seja positivo, o time adversário se torna muito mais vulnerável às investidas dos demais DPS. Além disso, utilizar o Estimular um aliado também pode gerar a quantidade necessário de dano que romperá a defesa do 3-3.
  • Mei é uma heroína para controle de área. Com ela você poderá bloquear a cura da Ana, que o faz a longas distâncias, congelar os tanques para neutraliza-los junto do time, quebrar a formação adversária com a Muralha e ainda forçar o recuo do time com sua Nevasca. Caso alguma coisa dê errado a Mei ainda consegue sair com vida utilizando seu Congelamento Criogênico.
  • Reaper é o principal matador de tanques do jogo. Seu gigantesco potencial em curtas distância é fundamental pra engolir a enorme Resistência (vida) da composição adversária.
  • bastion_xBastion é a surpresa. Enquanto ele é facilmente counterado pelos heróis DPS, a falta deles cria um espaço que a composição 3-3 não consegue suprir. Se bem posicionado e protegido, o dano causado pelo seu Modo Sentinela pode criar uma oportunidade, destruindo escudos e/ou eliminando suportes, para que seus companheiros aproveitem a brecha e finalize o time adversário.

Conclusão

A composição 3T-3S tem se mostrado extremamente poderosa e efetiva. No entanto, já vimos que é possivel countera-la e que é possivel dominar o campo de batalha com outras estratégias ainda mais poderosas.

No próximo MetaReport de Overwatch falaremos sobre a composição 3-2-1 que tem abalado o competitivo, mas não se engane ela exige demais para compensar o seu uso.

Espero que tenham gostado do post, não esqueçam de deixar seu feedback no chat, tirar aquela dúvida e obviamente trocar aquela ideia! FUI!

Base do Texto: Overking

About Oriques "Cooruja" Batistim

Auto-intitulado especialista em cliques ensandecidos no mouse e expert em táticas inovadoras que ninguém nunca viu. Tenho a precisão de um vovô com parkison e a sagacidade estratégica de um urso faminto. Esse sou eu!
  • Guilherme Woellner Alves

    Mto bom!